Amor de fato

Amor de fato (Claudio Jorge / João Nogueira) – Vida Boêmia (1978)

Nada como um samba bom para ser a primeira música deste novo blog. Ainda mais quando ele diz “[…] vamos abrir a janela / que um novo sol vai entrar / vamos limpar a poeira / e as plantas regar […]”. E além disso, também “[…] pintei tudo de branquinho / rezei os cantinho / com água do mar […]”.

Que venham bons dias, regados de bons sambas.
Valeu, João Nogueira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s