Detalhes, flores, tempo que passa

o detalhe na flor

Entre um texto e outro, uma leitura, um exercício, uma regra gramatical, uma teoria sobre a infância e a literatura infantil, arranjei um pequeno tempo e fui ver outros detalhes da vida – tão próximos fisicamente, mas tão distantes se pensarmos em outros pontos de comparação.

E volto aos detalhes, porque acho que gosto mesmo de olhar para um ponto pequeno e tolo e deixar o tempo passar, sem medo da felicidade, ou infelicidade, que dali pode brotar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s