Arquivo da categoria: minutos de sabedoria

pequenas reflexões

Céu, luzes e sombras

Fotos de um dia tão bom e que me lembra o que é estar feliz (plenamente), um pouco como o dia de hoje.

Anúncios

Detalhes, flores, tempo que passa

o detalhe na flor

Entre um texto e outro, uma leitura, um exercício, uma regra gramatical, uma teoria sobre a infância e a literatura infantil, arranjei um pequeno tempo e fui ver outros detalhes da vida – tão próximos fisicamente, mas tão distantes se pensarmos em outros pontos de comparação.

E volto aos detalhes, porque acho que gosto mesmo de olhar para um ponto pequeno e tolo e deixar o tempo passar, sem medo da felicidade, ou infelicidade, que dali pode brotar.

Vide verso meu endereço

imagem do dia

Primeiros dias de janeiro, primeiros dias do ano novo, primeiro dia de aula, primeiro dia depois de terminar um trabalho interminável: e daí um presente para ser a cereja mais fantástica.

E, para ser mais extraordinário ainda, o presente é uma gravura que inesperadamente tem tudo a ver com a “decoração do meu cafofo”. Comecei o ano (muito) bem, com as surpresas-belas-aves-palavras que a Adelita me deu – e como é bom receber cartas.

Daí tive vontade de ser feliz e fui.

Vide verso meu endereço (Adoniran Barbosa) – Adoniran Barbosa (1975)

P.S.: também é preciso agradecer indiretamente à Ingrid, por ter me dado essa forma tão particular e colorida. =]