Arquivo da tag: preto e branco

Aprendizagens

Tanta coisa pode ser dita sobre o ato do viajar, mas acho que ainda não estou apto a dizer algo tão grande e edificante. Só me cabe dizer que entre estar em movimento e estar parado, mil coisas podem acontecer – ou não, porque sempre há o fantástico tédio. Algumas vistas são perdidas, alguns sonhos são contemplados, alguma coisa você aprende e outras você deixa escapar por não conseguir mais segurar nada em suas mãos, braços e costas.

ataque sem título

Anúncios

Faz escuro mas eu canto

É, um domingo cheio de encontros (pessoais, íntimos, pequenos, aqui dentro do coração e da memória). E que bom reencontrar-me com essa música, depois de quase cinco anos – e ver tudo o que passou, o que ficou, o que mudou…

É, “vale a pena não dormir para esperar a madrugada cantar”.

composição com galo e escuridão

Faz escuro mas eu canto (Tiago de Mello / Monsueto) Nara Leão – Manhã de Liberdade (1966)