Arquivo da tag: rio sado

Paisagem íntima

íntimo #1

A cada dia de que passa me sinto mais intimamente conectado à Setúbal. Não, não numa sensação de pertencimento e encontro, mais, na verdade, uma conexão de amor íntimo. E percebi ao ver essas duas fotos banais que tanto me lembraram as minhas paisagens da saudade.

íntimo #2

Anúncios

Foram rios que passaram em minha vida

Enquanto tento tratar todas as centenas de fotos das viagens, dos novos dias, das novas companhias, das novidades todas, percebo o tamanho do meu amor pelos rios das cidades que passei.

Rio Sado, Setúbal, Portugal

Talvez esse forte amor, pois é uma coisa grande que sinto por esses rios, seja pela relação quase oposta com os rios da minha cidade natal (Tietê e Pinheiros), ou talvez seja só pelo grande prazer que todos me deram. Mas por enquanto são apenas devaneios e algumas poucas fotos para dizer que já adoro esses rios que passaram na minha vida.

Rio Tejo, Lisboa, Portugal
Today I’ll try to speak in other language, basically because my love for these rivers (on photos) is huge. I don’t know very well the reason for this love, maybe because it’s wonderfull to walk on their riverbanks or because the rivers from my hometown (Tietê and Pinheiros) are very ugly, anyway this feeling, this love, is recorded on pictures. And I hope that I can see many times these rivers, and others in the world, and that I can take many other pictures.
Sorry about any mistakes in english, I’m still learning.
Rio Guadalquivir, Sevilha, Espanha
Rio Sena, Paris, França

Setúbal em preto e branco

Enquanto procuro o equilíbrio entre as fotos de um turista encantado com as mil novas paisagens e entre uma fotografia “autoral”, me encontrei com uma tarde especial que me gerou as seguintes fotos. E fiquei muito feliz.

Sinto que estou a começar a pegar Setúbal para mim, ou seja, começo a transformá-la um pouco em minha e consigo assim detê-la com um olhar mais profundo. Ou não. Talvez tudo seja culpa do sol e da luz que deita sobre a cidade nesses fins de tardes de um final de verão/começo de outono. Que seja.