Arquivo da tag: sombras

Faz escuro mas eu canto

É, um domingo cheio de encontros (pessoais, íntimos, pequenos, aqui dentro do coração e da memória). E que bom reencontrar-me com essa música, depois de quase cinco anos – e ver tudo o que passou, o que ficou, o que mudou…

É, “vale a pena não dormir para esperar a madrugada cantar”.

composição com galo e escuridão

Faz escuro mas eu canto (Tiago de Mello / Monsueto) Nara Leão – Manhã de Liberdade (1966)
Anúncios

Numa praça, na Espanha

quatroÉ um fato que eu tenho dezenas (ou centenas) de fotos para tratar e colocar aqui no blog, sejam de viagens passadas, de pessoas queridas, momentos marcantes ou bobagens felizes, mas não é que descubro algumas fotos já tratadas e esquecidas nas infinitas pastas e becos que se formam nos computadores?

sem título e graça

As imagens não são das melhores – nem das preferidas – no entanto me são caras, pois cada vez mais descubro que por vezes mais vale o souvenir do que o ego.